Maracanaço nunca mais!

Milagre

TUTTY HUMOR, O Estado de S.Paulo

08 de fevereiro de 2013 | 02h02

O assessor especial da Presidência da República, Marco Aurélio Garcia, operou o coração pelo SUS em Brasília e, no entanto, passa bem. Essas coisas a oposição não vê!

Dúvida das vias

No momento em que o Departamento de Justiça dos EUA acusa a Standard & Poor's de ter ignorado os sinais da crise de 2008, vem a Nasa querer tranquilizar a população sobre o asteroide de 130 toneladas que passará perto da Terra na sexta-feira da semana que vem. Melhor ficar esperto!

Ah, bom!

No encontro com Joaquim Barbosa, o presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves, explicou qual seria a "palavra final" do Legislativo sobre decisões do STF: "Sim, senhor!"

Ponto fraco

Sem dar ouvidos aos marqueteiros que o desaconselharam a comparar seja lá o que for pelo tamanho, o prefeito ACM Neto deu agora pra dizer que o carnaval de Salvador é maior que o do Rio. Depois reclama quando lhe perguntam o que vai ser quando crescer.

Temeridade

Os médicos do Corinthians estão apreensivos com a notícia de que Barbara Berlusconi estaria de malas prontas na Itália para assistir ao namorado Alexandre Pato no Pacaembu, amanhã, contra o São Caetano. O craque, como se sabe, sempre se machuca quando ela vai buscá-lo no estádio.

Às vésperas de duas Copas em casa, o Brasil estreou técnico novo em derrota para a Inglaterra e, no entanto, só se fala de outras coisas nos botequins do País.

O torcedor parece muito mais preocupado com a situação da Petrobrás - o ópio do povo - do que com o futuro da seleção. Ninguém deu a mínima para a derrota em Wembley!

Em outros tempos, o brasileiro estaria agora dividido entre os que pedem paciência com a família Scolari e os que já não têm mais nenhuma com Ronaldinho Gaúcho, mas no momento até a falta de assunto parece mais interessante depois do primeiro chope com amigos.

Que diabos acontece com o Neymar quando veste aquela camisa amarela? De onde saiu aquele outro cabeludo da zaga? Que falta faz o Marcelo na lateral esquerda, né não? E o Arouca, hein?! Tudo isso não rende meio copo de prosa acalorada.

Teve gente na quarta-feira que se frustrou mais com a imunidade de Galvão Bueno ao vírus que tirou a voz do Felipão do que com o jogo em si.

O desânimo contagiante do torcedor com a seleção tem isso de bom: mesmo que o time chegue à final em 2014, não haverá a menor chance de um novo maracanaço no Brasil!

Ai se eu te pego

Único brasileiro indicado ao prêmio, Michel Teló vai disputar sete categorias do Billboard Latin Music com artistas consagrados como Don Omar, Prince Royce, Jenni Rivera, Romeo Santos e Pitbull. Se não perder para Jesus Ojeda y Sus Parientes (foto) já está

ótimo, né não?

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.