SSP/Divulgação
SSP/Divulgação

Máquinas que empacotam 150 mil pacotes de cocaína por dia são apreendidas em SP

Quatro pessoas foram presas e polícia encontrou 270 kg da droga com o grupo

Sara Abdo, O Estado de S.Paulo

26 Setembro 2017 | 04h04

SÃO PAULO - Três máquinas com capacidade para empacotar 150 mil papelotes de cocaína por dia foram encontradas pela polícia nesta segunda-feira, 25, na zona leste de São Paulo. No local, que funcionava como um laboratório, também foram apreendidos 270 kg da droga e três pessoas foram presas. Um quarto membro da quadrilha e outros 10 kg de cocaína foram encontrados em Indaiatuba, no interior paulista.

Os quatro detidos, três mulheres e um homem, eram responsáveis pela preparação da droga em pacotes de 1 g para venda direta a usuários, de acordo com a equipe Falcão 17, vinculada à 1ª Delegacia de Investigações sobre Entorpecentes. O homem manuseava o equipamento e as mulheres cuidavam de finalizar as embalagens.

As máquinas funcionavam durante 24 horas por dia e o laboratório tinha isolamento acústico para que os vizinhos não percebessem o barulho. A investigação, que começou em junho após denúncias, deve seguir em busca de mais integrantes da quadrilha.

Com pedido de busca e apreensão, a polícia esteve simultaneamente nos dois laboratórios, um na avenida Jacinto Menezes Palhares, no bairro da Vila Alpina, na zona leste, e em uma residência em Idaiatuba, a 104 km de São Paulo. 

Veja vídeo publicado no site da Polícia Civil:

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.