Manutenção já custou R$ 61 mi, afirma secretaria

A Secretaria Municipal de Infraestrutura Urbana e Obras (Siurb) afirmou que já foram gastos R$ 61 milhões em manutenção das pontes e viadutos até 2011. De acordo com a pasta, o cronograma do TAC será refeito em função de novas prioridades. Essa reavaliação, segundo a secretaria, vai tornar permanente o processo de manutenção.

Fabiano Nunes, O Estado de S.Paulo

09 Julho 2011 | 00h00

O Elevado Costa e Silva, segundo a pasta, passou por manutenção no final do ano passado que custou R$ 900 mil. A obra teve como objetivo solucionar pontos críticos da estrutura.

Segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), a altura máxima estabelecida pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran) para veículos de carga é de 4,4 metros. Para evitar que esses veículos entalem, a CET diz que sinaliza o limite de altura.

Ao longos dos últimos anos, a Prefeitura afirma ter realizado obras para elevar a altura de vãos - como na Ponte do Limão, na Marginal do Tietê - para que as cargas de altura máxima permitida possam passar.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.