Manutenção deixa parte da zona leste de SP sem água

Cerca de 215 mil pessoas terão abastecimento suspenso por pelo menos 10 horas nesta quarta

Ricardo Valota, Central de Notícias

14 de julho de 2009 | 04h17

Cerca de 215 mil moradores da região da Penha e do Tatuapé, zona leste de São Paulo, terão o fornecimento de água interrompido, num período de no mínimo dez horas, na quarta-feira, 15, para que técnicos da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) possam realizar a troca de uma válvula no reservatório de Cangaíba. O corte no fornecimento terá início às 9 horas e deve durar até as 19 horas. O novo aparelho que vai ser instalado, segundo a Sabesp, traz maior confiabilidade operacional ao sistema.

 

Os bairros afetados serão: Cangaíba, Engenheiro Goulart, Engenheiro Trindade, Guaiaúna, jardins Santa Terezinha, Santo Antonio, Três Marias, Verônia, Vessoni, América Penha, Cangaíba, Danfer, Fernandes, Hercília, Janiópolis, Jaú, Penha, Piratininga, vilas Cisper, Constância, Costa Melo, Duarte Leopoldo, Dalila, Eugênio, Fernando, Fidelis Ribeiro, Formosa, Germaine, Gomes Cardim, Granada, Guilhermina, Hilda, Imprensa, Laís, Lusitana, Maria Amália, Marieta, Mauad, Mesquita, Montevidéu, Moreira, Silvia, Santa Teresa, Santo Henrique, e Parque Boturussu.

 

As casas situadas nos locais mais altos serão as últimas a ter a água de volta às torneiras. A Sabesp pede aos moradores destes bairros que usem racionalmente a água dos reservatórios residenciais, principalmente no período em que o fornecimento estará interrompido, para que estes imóveis não fiquem desabastecidas antes da normalização no abastecimento. Os casos de emergência serão atendidos pelo telefone 195. A ligação é gratuita.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.