Manutenção da Sabesp deixa 100 mil sem água na zona leste

Abastecimento será cortado às 7h e termina por volta das 19h, mas situação só volta ao normal na terça-feira

Ricardo Valota - Central de Notícias,

27 de julho de 2009 | 03h43

Cerca de 100 mil moradores da região de Guaianazes, zona leste de São Paulo, vão sofrer, nesta segunda-feira, 27, corte no abastecimento de água em razão de serviços de manutenção na Estação Elevatória de Água Tratada (EEAT) de Guaianazes.

 

Segundo a Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp), técnicos da empresa irão substituir as válvulas de bloqueio da rede de distribuição. Os trabalhos terão início às 7 horas e devem terminar por volta das 19 horas. O restabelecimento total no fornecimento será dado de forma gradual, fazendo com que as casas localizadas nas regiões mais altas sejam as últimas a terem de volta a água nas torneiras. Tudo deverá estar normalizado às 4 horas de terça-feira, segundo a agência.

 

Serão afetados os seguintes bairros: Fazenda Caguaçu, Guaianazes, Jardim Gianetti, Jardim Guaianazes, Jardim Ipanema, Jardim Irene, Jardim Itapemirim, Vila São José, Jardim Lageado, Jardim Liderança, Jardim Lourdes, Jardim Margarida, Jardim Marilene, Jardim Marília, Jardim Marina, Jardim Maringá, Jardim Marpu, Jardim Miriam, Jardim Planalto, Jardim São Carlos, Jardim São Geraldo, Jardim São Pedro, Jardim São Vicente, Parada Quinze, Parque Centenário, Parque Guaianases, Vila Regina e Cohab Guaianazes.

 

A Sabesp pede aos moradores das casas que sofrerão o corte que utilizem de forma racional a água contida nos reservatórios destes imóveis, para que o domicílio não fique sem água antes do restabelecimento do sistema. Os casos de emergência serão atendidos pela Central 195, que funciona durante 24 horas. A ligação é gratuita.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.