Manifestantes protestam na Secretaria de Segurança contra ação na cracolândia

Grupo pequeno, de cerca de 150 pessoas, questionam legitimidade da ação ocorrida nesta quinta-feira

Bruno Ribeiro, O Estado de S. Paulo

24 de janeiro de 2014 | 16h29

SÃO PAULO - Cerca de 150 pessoas fazem na tarde desta sexta-feira, 24, um protesto em frente à Secretaria Estadual de Segurança Pública, no centro de São Paulo, contra a ação do Denarc na Cracolândia, ocorrida na tarde de quinta-feira.

Os manifestantes, em sua maioria ligados a movimentos sociais e de defesa a moradores de rua, questionam a legitimidade da ação. Aglomerados na Praça Ouvidor Pacheco e Silva, que fica em frente à sede da secretaria, eles gritavam palavras de ordem contra a violência.

A manifestação é acompanhada de longe por policiais militares que fazem a segurança do prédio da secretaria.

O advogado Ariel de Castro Alves, membro do Movimento Nacional de Direitos Humanos, disse que "esse tipo de ação rompeu com a confiança que os atendidos pelo programa estavam tendo com o poder público, até porque eles não dissociam o que é Estado e o que é Prefeitura." Segundo ele, as entidades de direitos humanos vão pedir que o Ministério Público atue no caso.

O grupo cogitava sair em marcha em direção à Cracolândia, mas desistiu e começa a dispersar devido à forte chuva que começa a cair na região central.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.