Manifestantes protestam na Av. Paulista contra Belo Monte

Grupo de 200 pessoas se manifesta contra construção da usina, que teve licença de instalação concedida pelo Ibama no dia 1º

André Magnabosco, da Agência Estado,

05 de junho de 2011 | 17h56

Um grupo de aproximadamente 200 pessoas, segundo informações da Polícia Militar de São Paulo, está reunido na Avenida Paulista, na capital paulista, para protestar contra a construção da usina de Belo Monte. Os manifestantes se concentraram no Museu de Arte de São Paulo (Masp) por volta das 15 horas e neste momento estão na principal avenida de São Paulo. O protesto é pacífico: o grupo está com apitos, segundo a PM.

 

A usina Belo Monte recebeu do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) no último dia 1º a licença de instalação para a construção do projeto, localizado no rio Xingu, Estado do Pará.

 

A usina será construída pelo consórcio Norte Energia e terá capacidade de gerar até 11.233 Megawatts (MW) de energia. Na média, a geração será de 4.419 MW. Segundo a Norte Energia, já foi iniciada a construção dos canteiros precursores e das obras viárias necessárias para o acesso aos sítios Pimental e Belo Monte, onde estarão localizadas as duas casas de força da unidade.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.