Manifestantes protestam contra alta do IPTU em Guarulhos

Ato começou às 16h; concessionária que administra o Aeroporto Internacional de Cumbica aconselha passageiros a chegar mais cedo, por receio de que passeta atrapalhe o trânsito

Artur Rodrigues e Nataly Costa, O Estado de S. Paulo

28 Junho 2013 | 15h43

Atualizado às 17h34

SÃO PAULO - Uma manifestação iniciada às 16h desta sexta-feira, 28, no centro de Guarulhos reúne cerca de 200 manifestantes, divididos igualmente entre a Igreja da Matriz e a Praça Getúlio Vargas. Os dois grupos pedem que a prefeitura revogue o aumento do IPTU na cidade, que chegou a 500% em alguns casos. Por receio de que o ato possa interditar a Rodovia Hélio Smidt, como ocorreu na sexta passada, a concessionária GRU Airport, que administra o Aeroporto Internacional de Cumbica, orienta os passageiros a chegarem mais cedo. A empresa também dispensou funcionários antes do fim do expediente.

A TAM, por sua vez, enviou uma nota orientando as pessoas que têm voo marcado para depois das 16h que "antecipem a chegada ao terminal". A companhia afirmou ainda que vai isentar seus passageiros das taxas de remarcação ou de reembolso de passagens nos voos que partem ou chegam a Guarulhos nesta sexta e na madrugada de sábado.

Mais conteúdo sobre:
protestoscumbicaguarulhosiptu

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.