Manifestantes fecham todas as faixas da Marginal do Pinheiros

Em segundo dia seguido de protesto, Movimento Passe Livre faz ato contra aumento de passagem de ônibus

07 de junho de 2013 | 18h29

Atualizada às 19h25

Os manifestantes do Movimento Passe Livre fecharam na noite desta sexta-feira todas as faixas da Marginal do Pinheiros, na zona oeste de São Paulo, no sentido Castelo Branco. A marcha começou na Avenida Brigadeiro Faria Lima, mas eles desceram a Avenida Rebouças e, por volta das 19h, o grupo aproveitou uma brecha em um bloqueio que havia sido montado pela Polícia Militar no acesso da Ponte Eusébio Matoso e entrou na via expressa. 

A Polícia Militar já começa a lançar bombas de gás lacrimogêneo para conter os manifestantes, que protestam contra o aumento nas passagens de ônibus, trem e metrô.

É o segundo dia seguido de protestos. Na quinta-feira, 6, milhares de pessoas fecharam as Avenidas Paulista, 23 de Maio, 9 de Julho e São Luís. Ao fim da manifestação no centro eles já haviam anunciado o novo ato, na zona oeste.

Quando os manifestantes tomaram as duas faixas da Faria Lima as lojas e bancas de jornal fecharam as portas. Empresas da região já haviam dispensado seus empregados mais cedo, para evitar que eles tivessem problemas na saída do trabalho.

Mais conteúdo sobre:
Manifestação

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.