Manifestantes fazem novo protesto contra aumento no ônibus em SP

Cerca de mil pessoas chegaram a parar a Avenida Paulista; grupo terá audiência na Câmara

Eduardo Roberto, Estadão.com.br

03 Fevereiro 2011 | 19h10

 

 

SÃO PAULO - Cerca de mil manifestantes voltaram a protestar nesta quinta-feira, 3, contra o aumento na tarifa de ônibus na capital paulista. O protesto começou às 17h no vão livre do Museu de Arte de São Paulo (Masp), na Avenida Paulista, que chegou a ficar totalmente interditada. Por volta das 19h15, o trânsito fluia em apenas uma faixa.

 

De acordo com a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), o ato, encabeçado pelo Movimento Passe Livre (MPL), seguia em direção à Prefeitura, no centro da cidade. Policiais acompanhavam a passeata, mas o clima era pacífico.

 

Na quarta-feira, os manifestantes estiveram na Câmara dos Vereadores, onde pediram uma audiência com o secretário de Transportes, Marcelo Cardinale Branco. O encontro foi marcado para sábado, dia 12, às 9h. No dia 5 de janeiro, a tarifa do ônibus passou de R$ 2,70 para R$ 3,00.

Mais conteúdo sobre:
ônibus

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.