Paulo Saldaña/ Estadão
Paulo Saldaña/ Estadão

Manifestantes detidos após protestos contra a Copa do Mundo são liberados

Polícia Militar confirma que ação foi feita sem maiores tumultos

Felippe Scozzafave e Renan Fernandes,

26 de janeiro de 2014 | 11h00

A Polícia Militar confirmou, na manhã deste domingo, que os 128 manifestantes presos na noite de sábado na região central de São Paulo após protestarem contra a Copa do Mundo no Brasil, já foram liberados do 78º Distrito Policial, no Jardim América e que a ação foi feita de forma tranquila, sem maiores tumultos.

Os manifestantes entraram em confronto com a Polícia durante a noite, após serem registradas depredações de estabelecimentos comerciais e agências bancárias no centro de São Paulo. Durante o confronto, houve início de incêndio e participação dos black blocs, que correram em direção aos PMs e lançaram até coquetel molotov.

Na região da Praça da República, também aconteceram confusões, já que manifestantes atiraram latas e garrafas em direção ao público que estava no local para assistir ao principal show da comemoração aos 460 anos da cidade de São Paulo.

Os protestos foram vistos também em outras cidades do Brasil. No Rio de Janeiro, cerca de 300 manifestantes entraram em confronto com a polícia na região de Copacabana, onde eles se concentraram em frente ao hotel Copacabana Palace. Parte do grupo distribuiu panfletos para as pessoas que caminhavam na orla e recolheu assinaturas para um abaixo-assinado contra o Mundial. Também houve um início de confusão na região do Shopping Leblon, mas a Polícia Militar se posicionou entre os manifestantes e o estabelecimento comercial e controlou a situação.

Em cidades como Belo Horizonte, Recife, Fortaleza, Vitória, Porto Alegre e Brasília também registraram manifestações, mas, apesar das depredações de alguns objetos, maiores confusões foram evitadas.

Mais conteúdo sobre:
protestocopasão paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.