Manifestantes ateiam fogo em carro e ônibus na zona sul de SP

Grupo protestava por causa de homem que morreu após cair de andaime em obra da região

Priscila Trindade, Central de Notícias

10 Setembro 2010 | 16h16

SÃO PAULO - Cerca de 40 moradores do bairro Parque do Lago, na zona sul de São Paulo, atearam fogo em um carro e um ônibus na tarde desta sexta-feira, 10, durante uma manifestação. O grupo protestava por causa de um homem que morreu após cair de um andaime de uma obra na região.

 

A Polícia Militar informou que os manifestantes também colocaram fogo em pedaços de madeiras e pneus, por volta das 14h20.

 

Depois, eles incendiaram um carro que estava parado na Estrada do M'Boi Mirim e um ônibus, no mesmo local, na altura do número 10.800. O carro ficou totalmente destruído.

 

De acordo com a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), uma faixa da estrada ficou interditada, no sentido bairro, durante o ato.

 

Segundo a PM, o protesto foi controlado às 15 horas. Não há informação sobre feridos. O caso foi registrado no 100 Distrito Policial, no Jardim Herculano.

Mais conteúdo sobre:
protesto

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.