Manifestantes ateiam fogo em carro e ônibus na zona sul de SP

Grupo protestava por causa de homem que morreu após cair de andaime em obra da região

Priscila Trindade, Central de Notícias

10 de setembro de 2010 | 16h16

SÃO PAULO - Cerca de 40 moradores do bairro Parque do Lago, na zona sul de São Paulo, atearam fogo em um carro e um ônibus na tarde desta sexta-feira, 10, durante uma manifestação. O grupo protestava por causa de um homem que morreu após cair de um andaime de uma obra na região.

 

A Polícia Militar informou que os manifestantes também colocaram fogo em pedaços de madeiras e pneus, por volta das 14h20.

 

Depois, eles incendiaram um carro que estava parado na Estrada do M'Boi Mirim e um ônibus, no mesmo local, na altura do número 10.800. O carro ficou totalmente destruído.

 

De acordo com a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), uma faixa da estrada ficou interditada, no sentido bairro, durante o ato.

 

Segundo a PM, o protesto foi controlado às 15 horas. Não há informação sobre feridos. O caso foi registrado no 100 Distrito Policial, no Jardim Herculano.

Mais conteúdo sobre:
protesto

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.