Manifestação ocupa faixas da Marginal do Tietê em São Paulo

Moradores de favela atacada durante a madrugada protestam contra o crime; faixas da pista local e expressa foram interditadas

O Estado de S. Paulo

11 de outubro de 2014 | 19h20

 Atualizado às 20h33

SÃO PAULO - Um protesto de cerca de 100 moradores da favela do Pau Queimado, no Tatuapé, zona leste de São Paulo, ocupou faixas e causou lentidão na Marginal do Tietê, sentido Ayrton Senna, no início da noite deste sábado, 11. A manifestação teve início às 18h e objetos foram incendiados na área. Às 20h, a ação foi controlada e o tráfego normal, restabelecido.

De acordo com informações da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), a pista local na altura da ponte Dr. Miguel Arraes, Aricanduva, chegou a ser totalmente bloqueada e uma faixa da esquerda na pista expressa também teve o tráfego interrompido. Com isso, o trânsito no local registrou acúmulo de veículos.

Segundo informações da Polícia Militar, cerca de 100 pessoas estiveram envolvidas com a manifestação que incendiou objetos na pista. O Corpo de Bombeiros controlou as chamas. A PM aponta como causa do protesto uma morte que aconteceu na madrugada deste sábado na favela do Pau Queimado. Outras quatro pessoas ficaram feridas após uma dupla em uma motocicleta abrir fogo no interior da comunidade.

Os dois suspeitos de participarem do ataque conseguiram fugir. As vítimas estavam na rua quando foram surpreendidas pelos criminosos. O suspeito que estava na garupa teria atirado várias vezes e, logo depois, fugido. Os moradores não conseguiram anotar a placa do veículo e nem puderam identificar os autores dos disparos, já que os dois estavam de capacete.

Tudo o que sabemos sobre:
manifestaçãomarginal do tietê

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.