Manifestação na Alesp contra políticas industriais reúne duas mil pessoas

Centenas de ônibus de centrais sindicais atrapalham o trânsito na região; empresários e trabalhadores pedem diminuição dos juros e criticam política cambial

04 Abril 2012 | 10h27

São Paulo, 4 - Cerca de duas mil pessoas, estão reunidas em frente à Assembleia Legislativa de São Paulo,no Ibirapuera, zona sul da capital, na manhã desta quarta-feira, 4, para protestar contra as políticas industriais e a taxa de câmbio do governo, segundo informações da Polícia Militar e da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET).

O protesto, batizado de Grito de Alerta pelo Emprego e Indústria, é organizado por centrais sindicais com apoio de sindicatos filiados, de acordo com a PM, o grupo começou a se reunir por volta das 7h30 desta manhã.

Os manifestantes, que chegam de ônibus, desembarcam em frente ao Parque do Ibirapuera. O trânsito dos ônibus afeta as vias da região. A Avenida Pedro Álvares Cabral é uma das mais prejudicadas, com mais 2 km de congestionamento, segundo a CET.

De acordo com agentes da CET, os participantes do protesto não saíram em marcha e a manifestação é pacífica, portanto não houve necessidade de interdição de via.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.