Manifestação lembra os 12 assassinatos em Campinas

Cerca de 30 pessoas fazem passeata na região onde ocorreram mortes entre a noite de domingo e a madrugada de segunda

Ricardo Brandt, O Estado de S. Paulo

15 de janeiro de 2014 | 14h56

CAMPINAS - Cerca de 30 pessoas fazem nesta quarta-feira, 15, uma passeata em protesto pelo assassinato de 12 pessoas na região do Ouro Verde, em Campinas, entre a noite de domingo e a madrugada de segunda-feira. O grupo saiu do terminal de ônibus Vida Nova, bairro onde cinco das vítimas foram mortas, e segue em direção ao terminal Ouro Verde.

O protesto é pacífico e é acompanhado por homens da Polícia Militar e da Guarda Municipal de Campinas. Os assassinatos ocorreram  em um prazo de quatro horas, em bairro da região do Ouro Verde.

A principal suspeita da Polícia Civil, que montou uma força-tarefa para investigar o caso, é de que a série de execuções tenha sido uma retaliação ao assassinato de um policial militar de folga na tarde do domingo, na mesma região. Na terça-feira, 14, foram divulgadas imagens da morte do PM.

O novo ouvidor das polícias do Estado de São Paulo, Júlio César Fernandes Neves, reforçou as suspeitas de envolvimento de policiais militares na execução de 12 pessoas.

Tudo o que sabemos sobre:
CampinasViolência SPAssassinatos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.