Manifestação em SJC pede que Dilma desaproprie área do Pinheirinho

Cerca de 1.500 pessoas ligadas a movimentos sindicais e criticam reintegração de posse

William Cardoso, Estado de S.Paulo

02 de fevereiro de 2012 | 12h04

Cerca de 1.500 pessoas participam, nesta quinta-feira, 2, na Praça Afonso Pena, em São José dos Campos, de uma manifestação em prol dos moradores do Pinheirinho.

Movimentos sociais e de luta por terra e moradia (MST e MTST), sindicalistas, militantes de vários estados estão presentes ao protesto. O MST doou 4 caminhões com alimentos para moradores do Pinheirinho.

Governos federal, estadual, municipal, Poder Judiciário e PM foram criticados e cobrados. O principal foco das críticas é o Judiciário. Os manifestantes também cobram da presidente Dilma Roussef a desapropriação do terreno do Pinheirinho. O governo estadual e a Prefeitura são criticados pela suposta violência policial durante a reintegração de posse.

O deputado federal Chico Alencar (Psol), da Comissão de Direitos Humanos da Câmara, acompanha o ato. A tarde, o grupo deve seguir para o terreno do Pinheirinho, na zona sul da cidade. As principais críticas são para o Judiciário.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.