'Maníaco da moto' assusta zona sul

Estupros provocam tanto medo na região que inocente confundido com criminoso foi perseguido e quase linchado

WILLIAM CARDOSO, O Estado de S.Paulo

12 Novembro 2011 | 03h01

Uma série de estupros cometidos por um motoqueiro tem assustado mulheres da zona sul da capital e do ABC nos últimos meses. Na madrugada de ontem, um homem confundido com o maníaco quase foi linchado pela população da Vila Moraes, na divisa com Diadema.

O perfil descrito pelas vítimas é de um homem negro, alto e forte, de aproximadamente 30 anos. Mais de 15 mulheres procuraram ontem o 83.º DP (Parque Bristol) e não reconheceram o suspeito da Vila Moraes como autor dos crimes. A polícia não sabe nem mesmo se um ou mais homens, com características semelhantes, atuam na região.

Certo mesmo é que os ataques têm provocado a fúria da população, que procura por suspeitos. Na madrugada de ontem, um homem de 29 anos foi perseguido por moradores vizinhos à Rua Simão Lopes. Segundo testemunhas, uma mulher desceu a rua aos gritos, alertando sobre a existência de um tarado. As suspeitas recaíram sobre um homem que é entregador de pizza à noite e ajudante de pedreiro durante o dia. Ele vive em Diadema e anda de moto pela região.

Para fugir, ele se atirou no córrego ao lado da sede do Pau no Gato, time de várzea do bairro, e tentou se refugiar no esgoto. Os moradores cogitaram atear fogo nos canos. Foi necessária a intervenção de policiais militares de mais de um batalhão para evitar o linchamento.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.