Daniel Teixeira/Estadão
Daniel Teixeira/Estadão

Mandante de ataque a ônibus em São Paulo é preso

Um adolescente que também participou da ação foi detido; crime aconteceu no dia 25 de janeiro, no Jardim Elisa Maria, zona norte

Laura Maia de Castro, O Estado de S. Paulo

11 Fevereiro 2014 | 15h30

SÃO PAULO - A Polícia Civil prendeu o mandante de um incêndio a um ônibus, ocorrido no dia 25 de janeiro, no Jardim Elisa Maria, zona norte da capital. O homem é conhecido como Digão e tem 23 anos. Um adolescente de 16 anos que também participou da ação foi detido e encaminhado à Fundação Casa.

Segundo a Secretaria da Segurança Pública, a prisões foram efetuadas no dia 30 de janeiro e ambos foram reconhecidos por duas testemunhas. O crime aconteceu na Avenida General Penha Brasil, quando dez pessoas pararam um ônibus, roubaram o dinheiro do caixa e atearam fogo. Um veículo que estava ao lado do coletivo também foi atingido pelas chamas, mas ninguém ficou ferido.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública, Digão tem uma extensa ficha criminal por roubos e furtos. O delegado Fábio Antônio Bolzani, da 4.ª Seccional Norte, afirma que as investigações prosseguem para conseguir deter os outros envolvidos.

Outro caso. Na tarde desta segunda-feira, 10, dois ônibus foram incendiados em Brasilândia, na zona norte de São Paulo. De acordo com a SPTrans, empresa da Prefeitura que gerencia o sistema de ônibus da capital paulista, já chegam a 40 o número de coletivos incinerados na cidade neste ano.

Mais conteúdo sobre:
incêndioônibusSão Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.