Werther Santana/AE
Werther Santana/AE

Mais uma parte de parede de restaurante desaba em SP

Dono do terreno que fica ao lado do imóvel foi intimado e tem cinco dias para apresentar a licença da obra

Solange Spigliatti, estadão.com.br

19 de junho de 2012 | 12h43

São Paulo, 19 - Parte da parede do restaurante localizado na avenida Brigadeiro Luís Antônio, na região central de São Paulo, que estava rachada depois de um desabametno parcial na tarde desta segunda-feira,18, desabou na manhã desta terça-feira, 19, segundo informações da Defesa civil municipal.

Na tarde de segunda-feira, parte do teto desabou, sem deixar feridos. Por causa do desabamento parcial, a parede ficou com uma rachadura de cerca de 15 metros de extensão. O local foi esvaziado e interditado.

Segundo a Defesa Civil, o dono do terreno que fica ao lado do imóvel, onde estão instalados o restaurante e um hotel, já foi intimado e tem cinco dias para apresentar a licença da obra e do serviço. O responsável pela obra também havia sido intimado a fazer o escoramento da parede, que acabou desabando.

Agentes da Defesa Civil, um engenheiro da fiscalização e um agente vistor da Subprefeitura da Sé estão no local, na altura do número 355 da avenida. Eles farão uma vistoria para avaliar a condição do prédio, qual o risco de ele desabar e o que deverá ser feito a partir de agora.

Segundo a Defesa Civil, o prédio ficará interditado até que se realizem as obras necessárias à estabilidade do imóvel. Em nota, a defesa civil municipal afirmou que o dano, segundo apurado pelos técnicos, foi causado por um movimento de terra que estava sendo realizado no lote nº 339.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.