Mais um PM é morto fora de serviço em São Paulo

Segundo a polícia, Renato Ferreira da Silva Santos foi assassinado em uma funilaria onde ele trabalhava quando estava de folga; ele teria reagido a um assalto

Ricardo Valota,

05 Outubro 2012 | 08h29

SÃO PAULO - O policial militar Renato Ferreira da Silva Santos, de 29 anos, morreu após ser baleado dentro de uma funilaria no Parque Ipê, na  zona oeste da capital. Na tarde desta quinta-feira, 3, Santos estava fora de serviço e, segundo a PM, reagiu a uma tentativa de assalto ao local, onde ele trabalharia nas folgas.

Neste ano, mais de 60 policiais foram assassinados fora de serviço no Estado de São Paulo.

Segundo a polícia, o PM assassinado, o dono do estabelecimento e um funcionário foram surpreendidos por dois homens armados que anunciaram um assalto.

Santos teria sacado uma arma, mas foi baleado na barriga, foi encaminhado a um pronto-socorro, mas morreu. O comerciante foi ferido em uma das pernas e atendido no pronto-socorro do Hospital Bandeirante.

A dupla fugiu sem levar nada, mas deixou no local a pistola utilizada no crime. Nenhum suspeito foi detido. O caso foi registrado no 75º Distrito Policial, do Jardim Arpoador, pelo delegado Leonardo Manoel de França.

Mais conteúdo sobre:
assassinato de PM violência

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.