Polícia Militar
Polícia Militar

Dois homens são presos por ejacular em passageiras de ônibus em SP

Casos aconteceram em coletivos que circulavam no Tatuapé, na zona leste, e no Imirim, na zona norte da capital

Bibiana Borba e Felipe Cordeiro, O Estado de S.Paulo

27 Setembro 2017 | 11h19
Atualizado 27 Setembro 2017 | 22h06

SÃO PAULO - Dois homens foram presos em flagrante por prática de ato obsceno depois de se masturbarem e ejacularem em passageiras dentro de ônibus em São Paulo na manhã desta quarta-feira, 27. Os casos aconteceram por volta das 7 horas no Tatuapé, na zona leste, e no Imirim, na zona norte.

+++ Comissão aprova pena de até 6 anos para agressão sexual no transporte

No Tatuapé, um coletivo da linha municipal 4311-10 São Mateus/Terminal Parque Dom Pedro II passava pela Rua Melo Freire, quando os passageiros perceberam o abuso.

Conforme a Polícia Militar, ele chegou a ser agredido pelas outras pessoas que estavam no veículo. O motorista ajudou a deter o homem e, com a chegada dos PMs, ele foi levado e autuado em flagrante.

Por volta das 11 horas, o preso e testemunhas chegavam ao 30º Distrito Policial (Tatuapé). Ainda não foi informado se ele permanecerá preso.

Já na zona norte, um ônibus de uma linha não informada circulava pela Avenida Imirim quando um homem de 31 anos ejaculou nas costas de uma passageira. Ele foi detido em flagrante por violação sexual mediante fraude e levado ao 38º DP (Vila Amália) para prestar depoimento.

Segundo a Polícia Civil, o agressor foi transferido para a carceragem do 72º DP (Vila Penteado), onde permanecia preso até o início da noite desta quarta-feira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.