Mais três caixas são alvos de bandidos na região metropolitana de SP

Máquinas estouradas estavam localizadas em supermercados; Explosão de caixas eletrônicos já somam 37 casos registrado desde o começo do ano na região metropolitana

Ricardo Valota, do estadão.com.br,

12 de maio de 2011 | 04h23

SÃO PAULO - Três supermercados, um na capital, um em Taboão da Serra e outro em Guarulhos, na Grande São Paulo, foram a cena escolhida por criminosos em mais dois ataques a caixas eletrônicos entre a noite de quarta-feira, 11, e a madrugada desta quinta-feira, 12. Em duas das ações, os bandidos fizeram reféns.

 

O dono e os funcionários do supermercado Feitosa, localizado na rua Alexandre Orlov, no Jardim Rincão, região de Parada de Taipas, na zona norte de São Paulo, testemunharam, por volta das 20h30 desta quarta-feira, 11, três criminosos explodirem um caixa eletrônico da Rede Banco 24 Horas instalado dentro do estabelecimento comercial.

 

O supermercado já fechava e uma das portas ainda estava entreaberta quando o trio, armado invadiu o local, rendeu o proprietário e os empregados, que foram mantidos reféns nos fundos do estabelecimento enquanto os criminosos explodiam a máquina. Não se sabe por que, mas o cofre não foi levado.

 

Além dos explosivos, os bandidos utilizaram algumas ferramentas, como ponteiro e marreta. Nenhum suspeito foi detido por policiais militares da 1ª Companhia do 49º Batalhão, acionados pelas vítimas. O caso foi registrado no 46º Distrito Policial, de Perus.

 

Taboão - Eram 2h30 desta quinta-feira, 12, quando bandidos, usando um dos carros da quadrilha, deram, marcha à ré e arrombaram a porta de aço do supermercado Econ, localizado na rua Luís Antonio de Andrade Vieira, no Jardim Trianon, em Taboão da Serra, na Grande São Paulo.

 

Dois irmãos do proprietário do estabelecimento moram no subsolo do prédio e haviam sido dominados pelos bandidos, que exigiram as chaves do comércio. Como disseram que não tinham as chaves, as vítimas foram amarradas e assim permaneceram por cerca de uma hora até que a quadrilha deixasse o local.

 

Moradores disseram à PM que viram vários homens encapuzados e armados de metralhadora e fuzis deixando o supermercado em três ou quatro veículos. Um caixa da rede Banco 24 Horas e parte do estabelecimento ficaram destruídos com a explosão.

 

Cápsulas de calibre ponto 40 foram encontradas em frente ao caixa, que teria sido metralhado pelos criminosos, que conseguiram escapar. Ao que tudo indica, parte do dinheiro que estava na máquina foi levada; a outra foi deixada no local pois ficou manchada de tinta pelo dispositivo de inutiliza as notas em caso de arrombamento.

 

Guarulhos - Por volta das 3 horas, criminosos invadiram o supermercado Vitali, localizado na rua Raimundo Almeida de Araújo, no Jardim Alvorada, em Guarulhos. Após explodirem o caixa da rede Banco 24 Horas, deixaram o local. Não se sabe ainda quantos eram nem em quantos veículos fugiram. A perícia irá apurar se algo foi levado da máquina.

 

Em relação aos ataques a caixas eletrônicos acompanhados e apurados pela reportagem do Estadão.com.br nos períodos da noite e madrugada, já são 37 casos do tipo registrados desde o começo do ano na região metropolitana. Os ataques ocorreram entre as 20h30 e as 4 horas da manhã. São 18 casos na capital e outros 19 em cidades da Grande São Paulo.

 

Em 25 dos 36 ataques os criminosos utilizaram explosivos. Nestes 12 dias de maio, foram 11 ocorrências pelo menos, praticamente uma por dia. O saldo até o momento é de 16 bandidos presos e dois mortos em confronto com a polícia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.