Mais rigor na fiscalização

Os seis radares-pistola da CET fazem parte de um lote de 25 novos equipamentos de fiscalização eletrônica que passaram a operar neste ano na cidade. Os radares foram responsáveis por 52% das infrações aplicadas na capital só em janeiro deste ano. Os equipamentos portáteis foram alugados ao custo anual anunciado de R$ 225 mil. Os motoqueiros respondem por quase um quarto de todas as mortes em acidentes: foram 436 casos nas ruas paulistanas apenas em 2010.

O Estado de S.Paulo

27 Março 2012 | 07h40

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.