Werther Santana/AE
Werther Santana/AE

Mais quatro vias de SP ganham faixas exclusivas de ônibus

Com os 10,5 km que estão sendo ativados nesta segunda, já são 128,62 km de faixas exclusivas implantadas em 2013

Artur Rodrigues e Mônica Reolom, O Estado de S. Paulo

19 de agosto de 2013 | 10h13

SÃO PAULO - A Prefeitura inaugurou na manhã desta segunda-feira, 19, faixas exclusivas de ônibus em trechos de quatro vias da cidade. A exclusividade para o transporte coletivo é nas Avenidas Brigadeiro Luís Antônio, Francisco Matarazzo, Águia de Haia e na Rua João Teodoro. Segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), 10,5 km estão sendo ativados nesta segunda, totalizando 128,62 km de faixas exclusivas implantadas neste ano. Por enquanto, não serão aplicadas multas para quem desrespeitar as faixas nos novos trechos.

Na Brigadeiro Luís Antônio, são duas faixas. A área exclusiva fica à direita no sentido centro, desde a Praça Dom Gastão Liberal Pinto até a Rua Maria Paula, em um trecho de 4,8 km de extensão. O funcionamento será de segunda a sexta-feira, das 6h às 22h, e, aos sábados, das 6h às 14h. No sentido bairro, foi instalada uma faixa exclusiva complementar à que já existe.

Na Francisco Matarazzo, são 500 metros de faixas somadas às que já existem. A exclusividade valerá de segunda a sexta-feira, das 4 às 23 horas, e, aos sábados, das 4 às 15 horas.

Já na Águia de Haia, são 4,3 km, entre a Avenida São Miguel e a Radial Leste, com funcionamento de segunda a sexta-feira, das 5h às 9h, no sentido centro, e, das 17h às 20h, no sentido bairro.

Na Rua João Teodoro, a preocupação é com o pico da manhã e, por isso, a restrição na faixa da direita vale só de segunda a sexta-feira, das 6h às 10h, no trecho entre as Avenidas do Estado e Tiradentes. Com isso, a faixa exclusiva para ônibus já existente entre a Rua Maria Marcolina e a Avenida do Estado também funcionará das 6h às 10h.

Aposta. Após os protestos de junho, com cobranças por melhoria na mobilidade urbana que abalaram a imagem do prefeito Fernando Haddad (PT), a criação de faixas para ônibus passou a ser sua principal aposta. Até o fim deste ano, a Prefeitura quer entregar 220 km de faixas exclusivas à direita. Além disso, no fim do mês passado, foi aberta consulta pública para a licitação de 127 km de corredores de ônibus, com custo estimado de R$ 4,4 bilhões.

Tudo o que sabemos sobre:
ônibusfaixa exclusiva

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.