Mais Médicos não terá novas cidades na 3ª fase

O ministro Alexandre Padilha anunciou em São Paulo que a terceira fase dos Mais Médicos não aceitará novas cidades. Brasileiros e estrangeiros poderão se inscrever a partir da primeira semana de dezembro. Dos 300 cubanos em treinamento ontem, 216 vão trabalhar no Estado e todo o Vale do Ribeira será contemplado. A meta é de 13 mil médicos até março. Mais cubanos podem ser trazidos.

O Estado de S.Paulo

19 Novembro 2013 | 02h05

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.