Mais de 8 mil árvores serão removidas do Campo de Marte, em SP

Árvores interferem visualização da torre de controle; Infraero terá que replantar mesma quantidade

Gheisa Lessa,

13 Abril 2012 | 14h47

São Paulo, 13 - Após solicitação da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), do aeroporto do Campo de Marte, na zona norte de São Paulo, a Secretaria Municipal do Verde e do Meio Ambiente (SVMA) autorizou o corte e o replantio de 8.321 árvores, de acordo com nota divulgada nesta sexta-feira, 13.

Todas as árvores encontram-se dentro do sítio aeroportuário e interferem na visualização da torre de controle sobre a pista de pouso e decolagem, podendo ocasionar acidentes com risco de vida. A Secretaria informa que a solicitação da Infraero foi avaliada e autorizada, sendo que a mesma quantidade de árvores cortadas terão que ser replantadas ainda dentro do sítio aeroportuário.

O Campo de Marte é o 5º aeroporto brasileiro em número de operações e é destacado pelas ocorrências de operações voltadas a transplante de órgãos, resgate aeromédico e transporte aéreo não regular, desafogando o espaço aéreo e os dois outros aeroportos da região metropolitana de São Paulo.

Mais conteúdo sobre:
árvores campo de marte

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.