Mais de 40 crianças vão parar no hospital em cidade do interior de SP

Meninas tiveram dor de cabeça, diarreia, vômito e até convulsões; maioria estuda em uma mesma escola, mas governo descarta intoxicação alimentar

Rene Moreira, Especial para O Estado

10 Março 2017 | 19h06

Mais de 40 crianças foram parar no hospital em Artur Nogueira, no interior de São Paulo, com dores de cabeça, febre, vômito e diarreia. Algumas tiveram convulsões. A maior parte estuda no mesmo colégio na cidade, a Escola Municipal Ederaldo Rossetti, no Parque dos Trabalhadores.

As aulas foram mantidas nesta sexta-feira, 10, enquanto o caso é apurado. A refeição das escolas é feita em uma cozinha central, mas a Secretaria de Saúde do município descartou intoxicação alimentar. Uma das hipóteses é que as crianças tenham sido contaminadas pelo rotavírus, que pode ser transmitido por contato direto, pela água, alimentos e objetos contaminados. 

Segundo a secretaria, nenhum aluno precisou ficar internado. Foram coletadas amostras de água e alimentos para análises. 

 

Mais conteúdo sobre:
Artur NogueiraSão Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.