Mais de 15% dos veículos que passaram pela inspeção veicular são reprovados

Proprietários que tiveram veículos reprovados na primeira inspeção têm até 30 dias para fazer a manutenção e remarcar uma nova data no site da Controlar

estadão.com.br

14 de julho de 2010 | 16h49

SÃO PAULO - Entre fevereiro e junho deste ano, 15,11% dos 951.212 veículos que já passaram pela inspeção veicular na capital paulista foram reprovados. Os número, que abrangem todas as placas e combustíveis, foram divulgados nesta quarta-feira, 14, em balanço da Prefeitura.

 

Os veículos com final de placa 3 tiveram até o mês de junho para realizar a inspeção, que reprovou 20,9% dos 48,6% que passaram pelo procedimento. Assim como nos balanços anteriores, os veículos movidos a diesel tiveram maior índice de reprovação: dos 45,98% que realizaram a inspeção no prazo, 36,7% foram reprovados na primeira vistoria.

 

No caso dos veículos com final de placa 4, o agendamento para inspeção está aberto desde o dia 1 de abril e vai até o fim do mês de julho. Até agora, 23% dos carros já passaram pelo procedimento, 14,45% no caso das motos e 40% dos ônibus em circulação. Os veículos a diesel somam 28,73%.

 

O prazo para os veículos com final de placas 5 e 6 vai até dia 31 de agosto e estão autorizados a agendar a inspeção desde o dia 1 de maio.

 

Serviço

 

Os proprietários que tiveram veículos reprovados na primeira inspeção têm até 30 dias para fazer a manutenção e remarcar uma nova data no site da Controlar (www.controlar.com.br) sem a cobrança de outra tarifa.

 

A tarifa cobrada para a realização do procedimento é de R$ 56,44 e o valor não será reembolsado ao proprietário, como aconteceu em 2009.

 

Aqueles que não realizarem a inspeção no prazo poderão ser multados em R$ 550,00 e ter o licenciamento do veículo bloqueado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.