Mais de 1.300 guardas metropolitanos farão a segurança no carnaval de SP

Equipes atuarão inclusive nas regiões em que haverá apresentação de blocos de rua

estadão.com.br,

17 de fevereiro de 2012 | 21h07

SÃO PAULO - A Guarda Civil Metropolitana atuará no Sambódromo do Anhembi, em São Paulo, de 17 a 24 de fevereiro, desfiles das escolas de samba e apoiará nas festividades regionais em toda a cidade de São Paulo.

Nesse período, 1.321 guardas atuarão em toda cidade, inclusive nas regiões em que haverá apresentação de blocos de rua. São 339 viaturas (entre carros, bases comunitárias móveis e motos), conforme planejamento conjunto entre as subprefeituras, as Polícias Militar e Civil, a CET, a SPTrans, entre outros órgãos.

A ação terá como prioridade o controle e fiscalização do espaço público, coibição do vandalismo e depredação; fiscalização do comércio ambulante irregular na região, o que facilitará a acessibilidade dos foliões e ao Sambódromo; além da proteção ao patrimônio público e aos agentes públicos; orientação ao público como áreas de entrada ao Sambódromo, estacionamentos, bolsões, onde pegar ônibus especiais, além do apoio a SP Trans, na fiscalização dos veículos clandestinos utilizados para transporte.

Tudo o que sabemos sobre:
carnavalGCMSão Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.