Mais de 1 ano sem vaga

CEI JARDIM SÃO LUÍS - CAMPO LIMPO

O Estado de S.Paulo

08 de dezembro de 2012 | 02h04

Há mais de 1 ano inscrevi o meu filho para uma vaga na creche na unidade CEI Jardim São Luís, em Campo Limpo, e até hoje não fui contemplada. Os governantes acham que o País está ótimo e não há necessidade de construir mais creches. Eles priorizam estádios de futebol, em vez de educação e saúde. Que país é este?MARIA APARECIDA DA SILVA / SÃO PAULO

A Secretaria Municipal da Educação informa que o filho da sra. Maria Aparecida é uma das crianças que aguardam vaga no setor do Jardim São Luís, em Campo Limpo. Ele será chamado para atendimento conforme ordem numérica de cadastro. Os responsáveis poderão consultar a situação no Portal da Educação (http://www.portalsme.prefeitura.sp.gov.br) ou na listagem afixada em qualquer escola do mesmo distrito/setor.

A leitora comenta: Acredito que 1 ano e 2 meses de espera por uma vaga em uma creche pública seja muito tempo para uma mãe. A maioria das mulheres que procuram uma vaga para o filho é para poder trabalhar e ajudar o marido a pagar as contas. Os governantes deveriam priorizar o atendimento desse serviço à população, e não a construção de campos de futebol. Se não houvesse tanta desigualdade social, violência, saúde precária, até que entenderia. Se fôssemos um país de Primeiro Mundo, sem problemas de pobreza, violência e saúde, até concordaria. Mas uma população que sofre com o péssimo atendimento em hospitais públicos, que vive trancada em casa com medo da violência, ter de esperar mais de um ano para conseguir uma vaga na rede pública é um verdadeiro descaso.

ANALÓGICO X DIGITAL

Cliente enganado

Em 5/5/2010 alterei o pacote NET Combo de analógico para digital. Trocaram o meu decodificador, mas não percebi nenhuma mudança. Liguei na NET e a atendente informou que a diferença estava no som e na imagem. No dia 22/11 deste ano mudei a disposição dos meus móveis e precisei desconectar o decodificador dos cabos. Percebi então que não me mandaram o cabo para utilizar a saída digital do decodificador. Contatei a NET, que se prontificou a mandar o cabo, mas não a restituir o valor que paguei por 30 meses sem meios para usar o serviço. Creio ter direito à restituição ou a alguma compensação.

PEDRO ALVES C. NETO

/ SÃO PAULO

A NET informa que o atendimento técnico foi feito no dia 4 de

dezembro.

O leitor informa: No dia 5/12 o técnico foi até a minha casa e informou que não haverá melhora na imagem e no som, pois o meu decodificador não a suporta. Ou seja, nada mudou.

TELEFÔNICA/VIVO

Cada dia uma surpresa pior

Estou recebendo cobranças erradas pelo serviço Speedy. A operadora enviou fatura de R$ 91 só pela internet, fora o valor de ligações para celulares que eu desconheço. Liguei na Telefônica/Vivo e fui informada de que eu teria de pagar o valor inteiro dessa fatura de outubro, de R$ 226,30, para depois ser ressarcida. Em outro contato, o atendente verificou o meu cadastro e chegou a reduzir o valor do Speedy para R$ 27,45. Orientou-me dizendo que essa cobrança viria na conta de novembro, com o valor contestado da fatura anterior. Acabei pagando os R$ 226,30 e liguei novamente na Telefônica/Vivo. Mas, para a minha surpresa, o atendente anterior não havia registrado a alteração do valor do Speedy e o procedimento do estorno. Liguei várias vezes e ninguém conseguiu resolver o problema. Já mandei e-mails para a supervisão, mas de nada adiantaram. Outra questão que não concordo é a cobrança de R$ 91 por 2 megas de internet, se cobram menos de R$ 30 dos clientes novos. Há alguns dias recebi 2 telegramas da empresa alegando ter tentado me ligar, sem sucesso. Na mensagem, informou o número 3541-9520 para eu retornar. Mas, ao telefonar, ouço uma mensagem dizendo que esse número de telefone não existe!

LUCIANA DOS SANTOS SOARES PAULINO / SÃO PAULO

A Telefônica|Vivo informa que a situação da sra. Luciana está

sendo tratada judicialmente.

A leitora comenta: A empresa está equivocada. O processo em questão não se refere a esta reclamação. Ele trata de cobranças indevidas de celulares e do não funcionamento da minha linha durante todas as manhãs no ano de 2011. Como não houve solução, nem pela Anatel, entrei com processo, mas não mudou nada. Até o momento não recebi nenhuma posição. Cansei de reclamar e não ter nenhum resultado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.