Nilton Fukuda/Estadão
Nilton Fukuda/Estadão

Mais de 1,8 milhão de veículos devem usar sistema Ayrton Senna-Carvalho Pinto

Movimento de carros começou a ficar intenso na tarde desta sexta-feira, 17, rumo às duas regiões

Reginaldo Pupo, ESPECIAL PARA O ESTADO

17 Abril 2015 | 18h36

SÃO SEBASTIÃO - Cerca de 986 mil veículos devem usar a Rodovia dos Tamoios, que vai até o litoral norte, e outros 880 mil a Rodovia Floriano Rodrigues Pinheiro, em direção a Campos do Jordão, neste feriado prolongado de Tiradentes, até terça-feira, 21. A estimativa é da concessionária Ecopistas, que administra o sistema Ayrton Senna/Carvalho Pinto, que dá acesso às duas rodovias.

Segundo a Secretaria Estadual de Logística e Transportes, cerca de 60 mil veículos (ida e volta) deverão utilizar a Rodovia Floriano Rodrigues Pinheiro, sentido Campos do Jordão. Pela Rodovia Presidente Dutra, que também dá acesso à Serra da Mantiqueira e ao litoral norte, a expectativa é de que 488 mil veículos passem por seu eixo no período, segundo a CCR Nova Dutra.

Nos períodos de maior movimento no sentido litoral e interior, a Ecopistas poderá implementar uma faixa reversível, na qual os condutores que se dirigem à cidade de Campos do Jordão e ao sul de Minas Gerais terão uma faixa exclusiva para trafegar, entre o km 128 e o km 130 da rodovia Carvalho Pinto. A faixa da esquerda da pista que opera em direção a São Paulo terá seu sentido invertido e servirá como mais uma opção aos motoristas. A velocidade máxima permitida nesta faixa será de 80 km/h.

O movimento de carros começou a ficar intenso na tarde desta sexta-feira, 17, rumo às duas regiões. Segundo os institutos de meteorologia, o sol deverá prevalecer durante o feriado, o que favorecerá quem pretende aproveitar a praia. Somente na terça-feira, o tempo deverá ficar nublado, com possíveis pancadas de chuva. Mas o outono também favorece quem preferir curtir o frio da serra, já que as temperaturas caem ao final da tarde.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.