Mais cidades devem adotar pena alternativa

Desde 2010, os juízes paulistas estão autorizados a apresentar a doação voluntária de sangue como alternativa para a pena restritiva de direitos imposta a quem pratica crimes de menor potencial ofensivo. Até agora, no entanto, pouco mais de 20 cidades aderiram à proposta. O juiz da 1.ª Vara Criminal de Sorocaba, Jayme Walmer de Freitas, idealizador da iniciativa, quer fazer com que a medida seja estendida a todas as comarcas do Estado. O magistrado convenceu o procurador-geral de Justiça, Márcio Elias Rosa, a passar instrução às Promotorias Criminais para que a doação de sangue seja uma forma de prestar serviços à comunidade.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.