Mais 3 vítimas reconhecem jovens sequestradores

Mãe de um dos acusados diz que o filho não faz parte da quadrilha: 'Estou chocada e vou provar a inocência dele'

O Estado de S.Paulo

01 de agosto de 2012 | 03h08

Três vítimas de sequestro relâmpago no Brooklin, na zona sul da capital, procuraram a polícia ontem após reconhecerem fotos dos jovens de classe média acusados divulgadas pelo Estado. Um casal e um dentista, que foram abordados neste ano, devem fazer o reconhecimento ainda hoje no 96.º Distrito Policial. Um dos acusados identificados é Vitor Mendes Rodrigues de 20 anos. Ele aparece em uma fotografia tirada no Rio de Janeiro.

Segundo o delegado Eduardo Camargo Lima, titular do 96.º DP, Rodrigues e outros seis jovens com idades entre 18 e 21 anos estão detidos acusados de praticar sequestros relâmpagos na região. Além deles, outros nove são procurados e estão com pedidos de prisão decretados pela Justiça. Pelo menos quatro integrantes do bando são universitários com emprego fixo no próprio bairro onde ocorreram os crimes. Alguns deles até em escritórios de grandes empresas.

A mãe de Raphael Guilherme dos Santos, de 21 anos, que está na lista de presos, disse que ele é inocente. "Meu filho é honesto, nossa família é bem estruturada. Estou chocada e vou provar a inocência dele com o cartão de ponto do trabalho", afirma a técnica em Enfermagem Edicleia Cristina Ferreira. O filho dela está com prisão temporária decretada de cinco dias. Para o delegado, Santos faz parte do grupo criminoso. / CAMILLA HADDAD

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.