Maia quer que Marta seja ouvida sobre acidente do vôo 3054

Prefeito do Rio quer que petista preste esclarecimentos sobre as obras do Aeroporto de Congonhas

Adriana Chiarini, do Estadão

19 de julho de 2007 | 14h32

O prefeito do Rio de Janeiro, Cesar Maia, do partido Democratas (DEM), sugere em seu boletim diário por e-mail que a ministra do Turismo, Marta Suplicy, do PT, seja ouvida sobre as obras do Aeroporto de Congonhas. Há suspeitas de que a falta de ranhuras em pista de pouso em Congonhas, após as obras, tenham contribuído para o acidente com o Airbus da TAM na terça-feira por tornarem a pista escorregadia.   Veja também:  Lista completa dos mortos Quem são as vítimas do vôo 3054 As histórias das vítimas da tragédia O local do acidente Opine: o que deve ser feito com Congonhas? Os acidentes mais graves da aviação brasileira Cronologia da crise aérea Conheça o Airbus A320 A repercussão da tragédia no mundo Assista a vídeos feitos no local do acidente   O argumento de Maia, porém, não está baseado em alguma informação sobre o acidente, as obras ou mesmo sobre a atuação do Ministério do Turismo em Congonhas. Maia fundamenta seu raciocínio nesse caso em um texto que diz ter sido distribuído pelo governo federal ontem no Rio por ocasião dos Jogos Pan-Americanos, segundo o qual, o Ministério do Turismo aplicou R$ 107 milhões no novo terminal do Aeroporto Santos Dumont, no Rio.   "Como a Infraero pertence ao Ministério da Defesa, fica-se pensando na seriedade daquele 'paper'", diz Maia no site "Mas se a Ministra do Turismo se atribui responsabilidade sobre as obras de um aeroporto interno do Rio, por muito maior razão deve se atribuir responsabilidade sobre as obras do maior deles, o aeroporto de Congonhas", argumenta.   O prefeito conclui, então, que "a ministra deverá ser ouvida sobre as obras de lá (Congonhas)... assim como chama a si, as de cá (Santos Dumont)".

Mais conteúdo sobre:
Vôo 3054

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.