Mãe tenta matar filha e vai presa em Mairinque

Segundo a polícia, dona de casa de 38 anos foi surpreendida por vizinha quando tentava apertava a garganta de menina de 15 anos

José Maria Tomazela, Agência Estado

29 Março 2012 | 15h18

SOROCABA - A dona de casa Laurinete da Silva, de 38 anos, foi presa na noite de quarta-feira (28), em Mairinque, região de Sorocaba, após tentar a própria filha, de 15 anos. A mulher foi surpreendida por uma vizinha quando apertava a garganta da garota, que se debatia. A agressão ocorreu por volta das 21h30, no Condomínio Porta do Sol, na altura do km 65 da rodovia Castelo Branco. A vizinha só foi à casa porque outra filha de Laurinete, de 12 anos, mandou uma mensagem pelo celular pedindo socorro.

A vizinha invadiu a casa e conseguiu retirar a mulher, que estava sobre a filha e tentava asfixiá-la. Após a intervenção, a vizinha levou as meninas até seu carro, mas foi perseguida pela dona da casa, que empunhava uma faca de cozinha. Policiais militares detiveram a mulher ainda na casa.

Na Delegacia de Polícia de Mairinque, ela contou que não se dava bem com a filha mais velha e pretendia matá-la. As causas do desentendimento não foram reveladas. Laurinete foi autuada em flagrante por tentativa de homicídio e levada para a Cadeia Feminina de Votorantim.

 

Mais conteúdo sobre:
violência doméstica, Mairinque

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.