Mãe que tramou morte da filha é condenada

O Tribunal do Júri de Planaltina condenou anteontem Gessy da Silva, de 48 anos, a 31 anos de prisão por planejar a morte da filha, de 12, para ficar com o namorado dela. O julgamento durou quase sete horas. A jovem foi morta a tiros por um homem, que teria sido contratado pela mãe, em 2005. Durante o julgamento, Gessy chorou e negou participação no crime.

O Estado de S.Paulo

13 de outubro de 2011 | 03h02

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.