Mãe mata as duas filhas em SP e ameaça se matar

Mulher atirou contra as filhas de 8 e 4 anos, que não resistiram aos ferimentos; polícia está no local

Solange Spigliatti, do estadao.com.br,

16 de fevereiro de 2008 | 22h17

Uma mulher, supostamente com problemas mentais, atirou e matou as duas filhas no fim da tarde deste sábado, 17, em São Matheus, na Zona Leste, segundo a polícia militar. A menina de 8 anos não resistiu aos ferimentos na cabeça e morreu antes de chegar ao hospital.  A outra criança, de quatro anos, também faleceu ao chegar ao hospital.   Segundo informações da assessoria do hospital Santa Marcelina, para onde o helicóptero Águia da Polícia Militar a levou, os médicos nem tiveram tempo de iniciar um processo cirúrgico.   De acordo com a assessoria, nenhum parente da criança havia comparecido ao hospital até as 22h30. Segundo a polícia militar, também por volta das 22h30, a mulher permanecia no interior da casa e não aceitava que os policias invadissem o local. Ela ameaça se matar. O Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) continuava as negociações.   Texto atualizado às 22h45

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.