Mãe é flagrada 'ensinando' filho menor a dirigir na via Dutra

Rodovia federal é uma das mais movimentadas do País e liga São Paulo ao Rio de Janeiro

Paulo R. Zulino, estadao.com.br

24 de março de 2008 | 09h09

Mais um caso de menor ao volante foi registrado em São Paulo desta vez em plena Rodovia Presidente Dutra, uma das mais movimentadas estradas do País, que liga São Paulo ao Rio de Janeiro, e durante um feriado prolongado. De acordo com o setor de comunicação social da Polícia Rodoviária Federal, o caso aconteceu no domingo, 23, por volta das 14h30, no sentido São Paulo/Rio, na altura do quilômetro 208, em Guarulhos, bairro de Bonsucesso. Um adolescente de 14 anos foi flagrado ao volante do carro, tendo a própria mãe, identificada como Niva Leite Manuel, de 34 anos, no banco do carona, dando as 'instruções'. No banco traseiro, estava um outro filho de Niva, de apenas dois anos, e uma sobrinha dela, de nove anos. A família reside no município de Arujá, na Grande São Paulo.  Patrulheiros que trafegavam pela estrada desconfiaram da maneira como o condutor dirigia e passaram a seguir o carro. A mãe percebeu e tentou assumir a direção do automóvel ao adentrar num posto de combustíveis. A manobra, no entanto, foi percebida pelos policiais rodoviários federais e acabaram detendo Niva. O caso foi registrado no 4o. Distrito Policial de Guarulhos, onde a mãe confessou que já havia dado o carro para o filho aprender a dirigir outras vezes. Agora, ela responderá por entregar a direção de veículo automotor a pessoa não habilitada, conforme prevê o Código Nacional de Trânsito.  Recentemente, foram registrados casos semelhantes ao deste domingo, sendo que num deles, houve norte. Em uma das ocorrências, em vez da mãe, foi a tia quem entregou o veículo ao sobrinho, também na região de Guarulhos. Em outro caso, uma garota que teria apanhado o veículo da madrasta sem autorização acabou atropelando e matando uma senhora de 70 anos, vizinha da menor, que estava na calçada.  

Tudo o que sabemos sobre:
criança no volante

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.