Mãe do jogador Roger é baleada e namorado morre em Ipanema

Casal estava em uma moto quando foi abordado por ladrões em rua do bairro; o homem teria tentado reagir

, O Estado de S.Paulo

03 de março de 2011 | 00h00

A comissária de bordo Geuse Galera, mãe do jogador Roger Flores, meio-campo do Cruzeiro, foi baleada durante tentativa de assalto na noite de ontem em Ipanema, na zona sul do Rio. Ela foi ferida no braço e levada para o Hospital Municipal Miguel Couto, na Gávea. O namorado dela, Luiz Paulo Viola, de 52 anos, que teria tentado reagir à abordagem dos bandidos, foi baleado e morreu no local.

O jogador, que é casado com a atriz Deborah Secco, jogava uma partida pela Taça Libertadores da América na Colômbia quando o crime aconteceu. Ao ser informado do assalto, entrou em contato com amigos e ex-integrantes do departamento médico do Fluminense, time pelo qual foi revelado na década de 1990, para pedir auxílio à mãe.

De acordo com testemunhas, Geuse e Luiz Paulo estavam em uma moto quando os bandidos tentaram emparelhar com eles, na Rua Almirante Saddock de Sá. A região é uma das áreas mais nobres da cidade.

Testemunhas relataram que, após a abordagem, Luiz Paulo tentou fazer manobras evasivas, em zigue-zague, mas os ladrões dispararam pelo menos oito vezes contra o casal. Seis disparos teriam atingido Luiz Paulo e um pegou a mãe de Roger. Os bandidos fugiram sem levar nada.

Os bandidos escaparam e até ontem à noite não havia informações sobre quantos participaram do assalto. Geuse deveria ser transferida para uma clínica particular.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.