Mãe deixa vela acesa e filhos morrem queimados em SP

Por estar sem energia em casa, mulher acendeu vela para não deixá-los no escuro e saiu

José Maria Tomazela, do Estadão,

14 de agosto de 2007 | 18h45

Os irmãos Talita, de 4 anos, e Vinícius Bazo de Moura, de 1, morreram carbonizados nesta terça-feira, 14, em Porto Feliz, interior de São Paulo, quando o quarto em que dormiam pegou fogo. O incêndio, segundo informações da Guarda Municipal, teria sido causado por uma vela. A casa estava com a energia cortada. À noite, a mãe das crianças, Aline Silva Bazo, precisou sair e, para que elas não ficassem no escuro, acendeu a vela. O fogo se espalhou rapidamente. Os guardas municipais chegaram a tempo de resgatar a avó das crianças, Cleuza, que dormia no quarto ao lado. Assim que ela foi retirada sem ferimentos, o teto desabou. Os próprios guardas usaram um caminhão-pipa para combater as chamas. "Ao chegar no local o fogo já havia tomado conta de todo o cômodo onde estavam as crianças. Infelizmente não pudemos salvá-las", disse o diretor da GM, Benedito Gilmar Dias. Os corpos das vítimas foram levados para o Instituto Médico Legal (IML) de Sorocaba, e, à tarde, foram sepultados. A Defesa Civil isolou a área. A Polícia Civil abriu inquérito para apurar as causas do incêndio.

Tudo o que sabemos sobre:
Incêndio

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.