Madrasta que matou dois adolescentes é indiciada em SP

Meninos de 12 e 13 anos foram mortos e esquartejados em Ribeirão Pires na sexta-feira

Luísa Alcalde, do Jornal da Tarde,

09 de setembro de 2008 | 10h17

Eliane Aparecida Antunes Rodrigues, de 36 anos, foi indiciada pela morte dos irmãos Igor Giovani, de 12 anos, e João Victor dos Santos Rodrigues, de 13 anos. Eles foram mortos, esquartejados e tiveram os corpos jogados no lixo na sexta-feira, em Ribeirão Pires, na Grande São Paulo.  Veja também: Conselho investigará maus-tratos a adolescentes mortos em SP A polícia acredita que os irmãos foram mortos por "atrapalhar" a relação do pai biológico com a madrasta. A informação foi confirmada pela madrasta ao delegado Ailton Muniz. Ela confessou participação nos assassinatos e na ocultação dos cadáveres. A polícia agora procura provas materiais contra o pai dos meninos, o vigia João Alexandre Rodrigues, de 40 anos, que nega envolvimento com as mortes.  Em depoimento, até agora, ao contrário da madrasta que o incrimina desde o dia em que ambos foram presos em flagrante, ele preferiu se calar. "Segundo ela, o vigia usou uma camiseta no dia do crime. Recolhemos essa peça no interior da casa deles, com algumas manchas. A roupa será enviada para a perícia", disse o policial. Segundo Carmo, também foram recolhidas outras provas na casa do casal. No sábado, a polícia pediu a prisão temporária de ambos por 30 dias. No mesmo dia, a Justiça decretou a prisão. Quando o inquérito for concluído deve ser pedida a prisão preventiva. ‘Muito trabalho’  No depoimento, a madrasta disse que os irmãos davam muito trabalho. "Eles eram muito arteiros, fugiam de casa e queriam ficar na rua", disse o delegado. Eliane confessou a participação no crime, mas culpou o marido. Eliane disse que se dava bem com as crianças, mas teria agido sob coação de Rodrigues. Acrescentou que teria apenas auxiliado por medo. "Ele seria truculento", disse o delegado. O pai nega o envolvimento no crime. "Temos indícios de que ele asfixiou, esquartejou e tocou fogo (nos filhos). Ela ajudou."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.