'Macumba' contra o Rodoanel Norte

Ato organizado por artistas será no centro de SP

O Estado de S.Paulo

30 de setembro de 2011 | 03h03

A frente do Teatro de Cultura Artística, na região central da capital paulista, vai receber na segunda-feira uma "macumba antropofágica" contra a construção do Trecho Norte do Rodoanel. Trata-se de um protesto organizado por artistas contra eventuais danos ambientais que a obra pode causar.

Com o nome oficial "Macumba Antropofágica pela Serra da Cantareira, Rodoanel é Brincadeira", o ato servirá para pedir um novo estudo sobre os impactos ambientais que as pistas pode provocar na Serra da Cantareira, na zona norte.

O manifesto, segundo os organizadores, já tem assinatura de personalidades como atores de TV - moradores da serra -, urbanistas e arquitetos. O diretor da ONG Instituto Brasileiro de Proteção Ambiental, Carlos Bocuhy, diz que as entidades envolvidas pretendem convencer o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) a suspender o financiamento da obra e, assim, inviabilizar a construção da nova rodovia.

A Dersa, que é a responsável pela obra, diz que os contratos com o BID estão andando normalmente e que o Rodoanel não vai colocar em risco a mata da serra.

O Trecho Norte do Rodoanel teve o edital de licitação publicado no último dia 14. São 43,8 km ligando o atual Trecho Oeste com o futuro Trecho Leste, cujas obras já estão em andamento. A obra foi dividida em seis lotes e a previsão é de que o primeiro deles, passando por Guarulhos e Arujá, saia em 2013.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.