Mackenzie terá circuito para pais e vans com diferentes entradas

O Colégio Mackenzie pretende lançar, nos próximos meses, um pacote de medidas para reduzir os congestionamentos nas Ruas Piauí, Itambé e Maria Antônia, entre Higienópolis e Vila Buarque, na região central. O projeto foi elaborado em parceria com a CET e prevê uma espécie de circuito delimitado por cones.

O Estado de S.Paulo

11 de junho de 2012 | 03h02

Os carros entram na mesma faixa. Quem tiver criança de colo entra no colégio para desembarcar o bebê. Pais de alunos maiores seguem pelo circuito e param em um segundo ponto, onde a saída dos alunos deve ser rápida. Vans escolares continuam na faixa até a terceira parada, exclusiva para elas. "A CET fará a sinalização, inclusive em áreas onde é permitido estacionar por 15 minutos com o pisca alerta ligado", diz Helon Amaral Moraes, gerente de suporte operacional do Mackenzie.

Caronas. A Rua Professor Vahia de Abreu, na Vila Olímpia, zona sul, onde fica a Escola Viva, também deve ter mudanças na sinalização do estacionamento feita pela CET em breve.

Com o objetivo de diminuir os impactos no trânsito, a escola oferece, na matrícula do aluno, a possibilidade de adesão a um programa de caronas. A escola procura endereços próximos e propõe o chamado "transporte solidário".

Em Higienópolis, na região central, o Colégio Rio Branco também estuda criar uma área de embarque e desembarque de veículos, segundo a diretora, Esther Carvalho. / T.D. e L.A.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.