Má visibilidade obriga Congonhas a operar por instrumentos

Apesar das condições de vôo, aeroporto tem apenas um atraso e dois cancelamentos até às 7 horas

Paulo R. Zulino, do estadao.com.br,

21 de setembro de 2007 | 08h38

A má visibilidade na zona sul da capital paulista fez com que pousos e decolagens fossem feitos com a ajuda de instrumentos na manhã desta sexta-feira, 21, no Aeroporto de Congonhas, na zona sul da capital paulista. Apesar disso, a movimentação de passageiros era normal e não havia muitos atrasos, segundo informações da Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária (Infraero). Anac e ministério dão ordens opostas sobre Congonhas'Bonde chique' fará ligação entre Congonhas e o Metrô São JudasJustiça militar libera dois dos sete controladores de vôo presos  Entre 6 e 7 horas, Congonhas tinha 18 vôos previstos, sendo que apenas um teve atraso superior a uma hora e dois foram cancelados, segundo a Infraero. Já o Aeroporto Internacional de São Paulo (Cumbica), em Guarulhos, funcionava normalmente para pousos e decolagens, sem a ajuda de Instrumentos. Cumbica não chegou a fechar nenhuma vez desde sua abertura, à zero hora. Até às 7 horas desta sexta, o aeroporto tinha 32 vôos programados, sendo que um registrou atraso superior a uma hora e nenhum vôo tinha sido cancelado.

Tudo o que sabemos sobre:
aeroportos de SP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.