Luzes de Natal fazem público parar a Paulista

Pelo menos 5 das 8 faixas foram bloqueadas por pedestres; lentidão se estendeu pela Rebouças

NATALY COSTA, WILLIAM CASTANHO, O Estado de S.Paulo

24 de dezembro de 2012 | 04h31

A série de medidas adotadas pela Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) para tentar conter a invasão do público às faixas da Avenida Paulista não funcionou ontem. Era tanta gente que queria ver de perto a decoração de Natal que os pedestres não couberam na calçada e ocuparam pelo menos cinco das oito faixas nos dois sentidos.

O resultado foi um grande congestionamento que se estendeu até a Avenida Rebouças. No sentido Paraíso, os carros passavam por apenas uma faixa na altura da Praça de Natal - passarela de mil metros quadrados, entre a Rua Padre João Manuel e a Alameda Ministro Rocha Azevedo. No sentido da Rua da Consolação, duas faixas estavam liberadas para o tráfego de veículos.

Neste ano, a CET restringiu a entrada de pessoas na praça no intuito de evitar a aglomeração. Mas, a partir das 16h30 de ontem, depois de um show promovido por um banco, as faixas de carro foram invadidas pelos pedestres. A CET não tinha até as 23 horas de ontem estimativa de quantas pessoas estavam na via, mas, apesar da lotação, não houve acidentes ou atropelamentos.

O comerciante Nacib Wehbe, de 36 anos, que levou a mulher e os dois filhos, de 1 ano e 2 anos e meio, para verem a decoração de Natal na Avenida Paulista, chamou de "muvuca" a aglomeração. "Está muito difícil de andar. Não teve jeito, fui para o meio da rua", disse. "A avenida é nossa (dos pedestres)."

Segundo Wehbe, haviam agentes da CET para orientar o trânsito e os pedestres, mas era tanta gente na região que eles não davam conta de "organizar a bagunça".

Para chegar à avenida, Wehbe, que mora no Tatuapé, na zona leste, usou o carro. "Deixei (o veículo) a três quadras da Paulista, na Bela Vista." A preocupação era com o trânsito pesado que sua família enfrentaria para voltar para casa. "Tudo bem, acho que meus filhos não vão querer voltar! Eles estão boquiabertos com as luzes. Estão muito contentes, se bem que a decoração dos dois últimos anos foi bem melhor."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.