Lojistas ainda não foram informados da demolição

Funcionários e lojistas do Shopping Villa-Lobos ouvidos pela reportagem desconhecem qualquer irregularidade no empreendimento. Ninguém nem sequer ouviu falar na demolição determinada pela Prefeitura. "Trabalho aqui desde 2005. Tenho toda a documentação da loja em ordem, participo das reuniões com a gerência do condomínio do shopping. Ninguém nunca tocou nesse assunto", afirmou a gerente de uma joalheria. Ela pediu para não ter o nome divulgado, porque precisava de autorização para conceder entrevista.

O Estado de S.Paulo

01 de junho de 2012 | 03h17

Outro funcionário de uma loja de materiais esportivos, que trabalha no shopping desde 2006, também relata desconhecer irregularidades. Assim como outros funcionários, ele reclama da falta de transporte para quem trabalha no local até a Estação Cidade Universitária da CPTM. "Também nunca ouvi falar que falta licença para o shopping. Nunca veio nenhum fiscal aqui na loja", emendou o lojista de uma relojoaria.

Luís Augusto Ildefonso da Silva, diretor de Relações Institucionais da Associação Brasileira de Lojistas de Shopping (Alshop), acredita que o centro comercial não deslocará lojistas sem indenizá-los. "Provavelmente vão demolir área comum. Mas, se tirarem um lojista, deverá haver indenização. Shopping e lojistas trabalham juntos." / D.Z. e R.B.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.