Loja de artigos esportivos é invadida pela segunda vez no Itaim

Carro foi usado para arrombar a porta de aço da loja; estimativa é de que R$ 90 mil tenham sido roubados

Daniela do Canto, do Jornal da Tarde, e Ricardo Valota, do estadao.com.br,

23 de setembro de 2008 | 06h13

Uma loja de artigos esportivos foi assaltada na madrugada desta terça-feira, 23, no Itaim Bibi, na zona sul da capital paulista. Esta foi a segunda vez que a loja foi roubada da mesma maneira: assaltantes usaram um carro para arrombar a porta de aço. O primeiro assalto foi no dia 5 de maio, segundo informações do gerente da loja. A estimativa é de que cerca de R$ 90 mil tenham sido roubados em roupas e acessórios, afirmou o gerente Sidney Moarreiros.   Veja também:  Em agosto, outlet da Adidas foi roubado   "Da primeira vez, levaram 700 peças de roupa e o prejuízo foi de R$ 90 mil. Desta vez acredito que será um pouco maior porque foram 500 peças de roupa, que dão uns R$ 50 mil mais cerca de 40 relógios, outros mais de R$ 40 mil", disse Sidney Marreiros. Segundo o gerente, o assalto aconteceu às 2h40. "Fiquei sabendo porque fui avisado pelo sistema de alarme".   Os ladrões usaram um carro para quebrar o portão de aço e conseguir entrar na loja. Enquanto outro carro acelerava para disfarçar o barulho, um dos veículos batia na porta. Marreiros se disse frustrado com a falta de segurança para trabalhar. "Umas seis lojas por aqui já foram roubadas dessa mesma maneira. A nossa foi a primeira, em maio", afirmou.   De acordo com o gerente, a loja terá de permanecer fechada por cerca de dez dias. "A gente amarga o prejuízo", disse. "Isso desanima a manter um comércio porque por mais que haja ressarcimento da seguradora, você já sabe que daqui a dois meses vai acontecer tudo de novo", afirmou. O gerente contou que na semana passada fez uma reforma nos manequins da loja, mas pelo menos dois deles foram destruídos durante a ação dos bandidos.   Texto ampliado às 8h32 para acréscimo de informações.  

Tudo o que sabemos sobre:
invasãolojaSão Pauloroubo a loja

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.