'Localização privilegiada' atraiu multinacional

A multinacional espanhola Celistics escolheu o entroncamento entre as Rodovias Anhanguera e D. Pedro I para instalar sua quarta unidade no Brasil exatamente pela localização privilegiada do ponto de vista logístico.

O Estado de S.Paulo

18 de fevereiro de 2013 | 02h02

Ela ocupa um galpão de armazenamento de 30 mil metros quadrados do Centro Logístico Brasil (CLB), que foi inaugurado em setembro do ano passado. Cerca de 350 pessoas trabalham no local. Na inauguração, o presidente do grupo, Kemen Azpiritchaga, ressaltou que Campinas havia sido escolhida para abrigar a filial da Celistics pela localização estratégica e por ter fácil acesso rodoviário, aéreo e ainda ser um polo tecnológico.

O Centro Logístico Brasil ocupa um terreno de 457 mil metros quadrados. / R.B.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.