Lobão chega a ser dado como morto pela família

Por três horas, família do cantor acreditou que ele estivesse entre os mortos

Mel Bornstein, estadao.com.br

18 de julho de 2007 | 11h48

O cantor Lobão poderia estar entre as vítimas do acidente da TAM. Pelo menos é o que pensou sua mulher na noite de terça-feira, 17. A confusão no embarque do Rio para São Paulo fez com que sua família acreditasse, por três horas, que o cantor havia morrido.     O vôo de Lobão estava marcado para sair do Aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro, com destino a São Paulo e foi direcionado para o Tom Jobim. O cantor pretendia gravar um especial na MTV.   Segundo o cantor, seu vôo estava chegando em Congonhas minutos depois do acidente. Com o fechamento de Congonhas, o avião foi direcionado para Cumbica, onde ficou sabendo do acidente. "Estou chocado, estou com medo. Agora vou fazer shows e viajar de ônibus. Os funcionários da Infraero estavam envergonhados, não sabiam como explicar o que aconteceu. No fim eles são todos vítimas", desabafa.   Enquanto desembarcava em Cumbica, a família do cantor entrou em desespero. Sua mulher sabia que seu vôo seguia com destino a Congonhas e que deveria pousar no mesmo horário do vôo 3054. Só três horas depois do acidente, ele conseguiu ligar para a mulher.     Nesta quarta-feira,18, Lobão ainda estava em Cumbica devido ao extravio de sua bagagem. "Eu estou sentindo que estou numa nação que está se diluindo, há um desamor pela coisa publica", comenta.

Tudo o que sabemos sobre:
vôo 3054

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.