Lixo 'Importado'

Alemães dizem não saber nada sobre a carga

, O Estado de S.Paulo

20 de agosto de 2010 | 00h00

No Porto de Hamburgo, na Alemanha, ninguém sabe explicar como o contêiner com 22 toneladas de lixo doméstico recebeu autorização para seguir para o Brasil. A carga era originária da República Checa. "Nós não vamos dar nenhuma informação sobre isso", foi a resposta ouvida pelo serviço de notícias da Deutsche Welle do chefe de operações no Porto de Hamburgo da Hanjin Shipping, empresa sul-coreana que fez o transporte e já foi multada em R$ 1,5 milhão pelo Ibama - uma nova multa, no dobro do valor, pode ser aplicada na segunda-feira, caso a Hanjim não repatrie a carga. Segundo a Autoridade do Porto de Hamburgo, todas os documentos de declaração sobre o conteúdo dos contêineres são checados. "Mas não há como toda carga ser inspecionada", explicou Bernd Glöckler, que admitiu que o embarque de lixo não foi autorizado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.